Moderação e alimentação andam juntos

Além de nutrir e fornecer energia, os alimentos provocam diferentes reações no corpo humano. Seja do ponto de vista sensorial ou digestivo, o organismo sofre impacto – nem sempre positivo – com o consumo de determinadas substâncias.

Veja o que acontece quando nos rendemos às delícias do chocolate ou a um drinque no fim do dia. Em geral, o corpo reage bem ao consumo moderado de chocolate, café, bebidas alcoólicas etc. O perigo está em uma alimentação pautada por excessos!

Chocolate

barras de chocolate

– Consumo moderado: No cérebro, ativa centros cerebrais responsáveis pelo prazer e fornece energia para o corpo todo. No estômago, pode melhorar a acidez gástrica.

– Consumo exagerado: Altamente calórico, pode levar a ganho progressivo de peso. Complicações intestinais, acne e elevação de colesterol são outros problemas atribuídos ao consumo exagerado desse alimento.

Bebidas alcoólicas

chopp cerveja

– Consumo moderado: No cérebro tem ação depressora sobre os neurônios do sistema límbico, região responsável pelos sentimentos e emoções. Em pequenas quantidades, reduzem a autocensura, provocam excitação, desinibição e euforia. No sistema circulatório, o consumo de uma taça de vinho por dia protege as artérias e pode até prevenir o câncer. No estômago, acelera o esvaziamento, promovendo a digestão.

– Consumo descontrolado: Atinge outras regiões do cérebro, provocando efeitos contrários às pequenas quantidades, como inibição, sonolência e náuseas. A ingestão frequente pode levar a sérias complicações no fígado, estômago e intestino. O consumo até 72 horas antes da realização de exames de sangue pode provocar alterações nos resultados.

Café

xícara de café

– Consumo moderado: Estimulante do sistema nervoso central, capaz de reduzir a fadiga e mandar o sono embora. No estômago, aumenta a liberação do suco gástrico, facilitando a digestão.

– Consumo em excesso: Pode provocar irritação, nervosismo e taquicardia.

Pão

pão frânces

– Consumo moderado: No cérebro provoca a liberação de serotonina, neurotransmissor que provoca sensação de prazer, bom humor e tranquilidade. Ricos em carboidratos, os pães provocam a sensação de saciedade quando chegam ao estômago.

– Consumo em excesso: Em longo prazo, pode levar a alterações na flora intestinal, ganho de peso e diabetes.

Frituras

frango e batata frita

– Consumo moderado: No cérebro ocorre a estimulação dos receptores dopaminérgicos cerebrais que provocam sensação de prazer. Já o processo de digestão de frituras é normalmente demorado, o que pode causar a sensação de inchaço e desconforto.

– Consumo em excesso: Podem entupir as artérias e levar ao ganho de peso, aumentando a incidência de complicações cardíacas.

Em relação aos hábitos alimentares, é importante consumir de forma moderada qualquer alimento, inclusive legumes, verduras e frutas, mesmo com seus benefícios, o excesso, pode causar reações indesejadas. Além disso, dietas e jejuns mirabolantes, também impactam sobre sua saúde, converse com seu médico e descubra meios saudáveis de equilibrar sua alimentação 🙂